Caminito del Rey

Caminhada a Castro de Avelãs


- Duração aproximada: 2h30m;
- Distância: 9 km;
- Dificuldade: Baixa;
- Marcação do percurso: Mediana – é indispensável o uso do mapa do percurso;

Castro de Avelãs é uma pequena aldeia que fica a cerca de 5 Km da cidade de Bragança.
Tem como pontos de interesse o seu mosteiro medieval de S. Salvador, o Mosteiro de Avelãs, a Igreja de Fontes, Ponte do Conde de Ariães, Castro de Avelãs, fontes de mergulho, moinhos de água, a Torre Velha/Terras de S. Sebastião.
Esta aldeia é atravessada pela Ribeira de Fervença que mais a jusante atravessa a cidade de Bragança e vai desaguar no Rio Sabor.
Dada a inexistência do placa indicativa do percurso, iniciamos este trilho junto ao mosteiro medieval de S. Salvador e orienta-mo-nos por uma seta amarela pintada na parede de uma casa próxima. Após as casas o trilho desenrola-se por um estradão bem conservado atravessando um povoamento de carvalhos alternando por campos agrícolas ao longo da ribeira do Fervença. No meio dos carvalhos um esquilo resolve atravessar o estradão começando logo a trepar a árvore mais próxima. A foto da praxe registou o momento. Após este bosque surge-nos agora campos e lameiros de ambos os lados do caminho. Apesar da inexistência de marcação, a ajuda do mapa permite saber facilmente para onde seguir nas bifurcações.
O caminho continua em estradão sempre rodeado por campos agrícolas, alguns lameiros, alguns soutos e alguns matagais.
Após o almoço acontece o momento do dia. Mesmo ali ao lado uma ovelha com a sua cria recentemente nascida obriga a parar mais um pouco para apreciar este momento mágico.
O trilho entra agora numa zona de bosque, que dá lugar a campos agrícolas ao aproximar da aldeia de Grandais. Após as casas há que caminhar algumas dezenas de metros pela EN 103, após os quais entramos num novo estradão já na direção de Castro de Avelãs, confiando sempre no mapa, dada a inexistência de qualquer marcação.
O trilho sobe agora uma encosta até ao topo do monte, deixando o matagal para dar lugar a searas, campos agrícolas e pequenos bosques. Neste ponto temos uma vista excelente sobre a aldeia de Castro de Avelãs.
Resta agora descer o monte até ao ponto de partida.
Para relaxar, há que visitar com calma esta aldeia e em especial o mosteiro bem próximo do local onde estacionamos a nossa viatura.
E foi mais uma bela caminhada por terras transmontanas!









Comentários